Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Escolha

por Ana, em 06.05.16

Quem me dera ter o poder de escolher quem gosto. Com quem gosto não deu resultado. Depois há aqueles que até são perfeitos e estão interessados em mim mas por mais que tente e pense e repense, não consigo nutrir nenhum sentimento para além da amizade. Queria escolher. Há tanta gente melhor a todos os níveis. Quero esquecê-lo. Quero gostar de alguém que me ame a sério sem fracassos. Queria escolher, quem me dera escolher.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Que canseira

por Ana, em 05.01.16

As ditas "férias" foram uma mistura de estudo com saídas... era irresistível, era a época das festas, tudo de férias... Admito que estive mais na rambóia do que no estudo propriamente dito. Tinha que aproveitar e amei, passou muito rápido. Agora só chove c*ralho e tenho o mês todo cheio de exames p*ta que pariu, só me apetece hibernar, tenho sono, estou cansada, não quero estudar e o primeiro feito já sei que vou chumbar.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Pergunta para vocês, que já andaram na universidade

por Ana, em 09.12.15

Pessoal que já andou na faculdade ou o que seja, digam-me qual foi o vosso pior ano. Digam-me que foi o primeiro. Para além de isto ser cansativo, pressão, muitos trabalhos, estar fora de casa e tudo mais, ainda não tenho apoio. Eu pensava que tinha encontrado amigas neste meio mas já vi que sou a renegada, a excluída dos risinhos, de todas as conversas e afazeres. Eu dava-me super bem com uma colega minha e, de repente, ela agora mal quer saber de mim, já arranjou outra melhor amiga. Eu no geral até falo com todos e dou-me, mas não tenho ninguém no fundo. Sinto-me tão sozinha, só quando volto ao meu meio, a casa, com os meus amigos de lá, é que me sinto completa, mudo completamente de pessoa. Depois vejo gente da minha ex-turma e ex-escola felizes da vida na universidade e cidade em que estão e magoa-me. Ás vezes só me apetece desistir. Outras vezes apetece-me mudar de faculdade, mas agora já vou tarde... devia de ter escolhido outra faculdade, outra cidade e não esta. Agora é tarde demais, não vou estar a perder mais um ano da minha vida só porque não estou adaptada... nem os meus pais iam gostar e ia ser frustrante voltar a repetir muita coisa. Se isto é destino, que me faça alguma coisa. Mas não só coisas más para me fazer crescer mas também boas. É que ainda vou estar 3 anos nesta faculdade, neste meio. Será que isto muda, ou é só a pior fase por ser o primeiro ano, o primeiro semestre?

Autoria e outros dados (tags, etc)

Pressão

por Ana, em 06.11.15

A faculdade é mesmo um mundo completamente diferente. A cada dia que passa sinto mais pressão, é só trabalhos para fazer, relatórios que valem metade da nota final para entregar, e os exames a chegar... E até ao fim do semestre já sei que vou sentir esta pressão constante. Tempo livre basicamente sempre preenchido. Férias de natal que não serão bem férias... Ai secundário, volta, estás perdoado!

Autoria e outros dados (tags, etc)

Aquele momento...

por Ana, em 28.10.15

... Em que achas que estás a integrar-te na faculdade, a fazer novas amizades, e afinal depois começam a dar-te para trás... E é por estas e por outras que tenho saudades de casa, da minha antiga vida.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Já não sei se sou capaz...

por Ana, em 23.10.15

Sinto-me destruída, como se a minha vida tivesse virado completamente do avesso e como se estivesse a desfazer-se aos bocados. E a realidade é mesmo essa, virou completamente e sinto que o meu eu está a desfazer-se lentamente aos pedacinhos.

Ir morar para fora da minha cidade, entrar na faculdade, sem amigos nem nada, completamente às escuras, foi uma autêntica chapada para mim. Não posso dizer que foi difícil a integração, que não me dou com ninguém, enfim, a integração ainda está a fazer-se e sim, posso dizer que já tenho uma amiga ou outra mas não é aquela cena... Há dias que só me apetece chorar com tudo, as pessoas com quem sempre me dei melhor sinto que se estão a afastar de mim, na faculdade são amigos mas não é de longa data como os que tinha pelo que há uma diferença ainda significativa... Uma amiga minha afastou-se e agora diz que se sentiu usada, outra eu até falo diariamente e mantemos a relação mas basicamente está ocupada este fim-de-semana para estar comigo... quando já podia ter adiantado o que tinha para fazer para estar comigo... Enfim, sinto-me cada vez mais sozinha. Os amigos que supostamente tenho já são poucos e agora com este afastamento sinto que não tenho ninguém. Parece que já ninguém se preocupa com ninguém Só me apetece chorar. E é nestes momentos que gostava de voltar ao secundário, à minha vida antiga. Era tudo muito mais fácil.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Línguas e Humanidades

por Ana, em 22.07.15

Tentei nunca dar ouvidos ao que os outros diziam. Durante os meus três anos de secundário o que eu mais ouvia era opiniões mal formadas sobre quem nunca frequentou o secundário ou quem nunca frequentou a área de línguas e humanidades. As mais comuns eram: "Só foste para aí para fugir a matemática", "Isso é fácil, é só decorar", "Isso não dá para nada, não devias de ter escolhido algo com saída?". Ainda domingo me questionaram sobre o curso que queria frequentar agora no ensino superior e ouvi mais uma boca: "Outra que vai estudar para nada".

Porquê tanta desvalorização?! Eu entendo que esta área não oferece tantas saídas profissionais e que não tem matemática, mas isso significa que nunca me esforcei? Que foi só decorar? Estão muito enganados, e posso garantir que nunca decorei matéria (claro que acabava por decorar uma coisa ou outra) e sempre fui das melhores notas a história. Decorar não é solução e muitos dos meus colegas sim, foram para Humanidades para fugir a matemática e tentavam decorar... E esses foram os que mais se lixaram, resultando em chumbos. E sim, eu sei que Ciências consegue ser muito mais complicado e eu vejo isso, tenho amigos e conhecidos em todas as áreas do ensino regular e do ensino profissional. Mas também conheço pessoas que são excelentes em Ciências mas que se viessem para letras afundariam-se. Isto porque todos temos mais vocação para uma determinada área. Eu escolhi Línguas e Humanidades, tal como indicava os psicotécnicos e foi a melhor coisa que fiz. Escolhi algo para a qual tinha jeito e acho que todos deviam fazer isso e não apenas por saídas profissionais.... Porque vamos lá ser sinceros... Hoje em dia qual é o curso que dá realmente garantia de um emprego? Infelizmente estamos todos rotos e agora funciona tudo muito à base de cunhas...

 Posso "estudar para nada" como me dizem, mas ao menos tenho uma licenciatura e uma formação mais enriquecida. Posso não ter matemática há três anos, posso não ter Física e Química, mas em três anos de secundário na área de Línguas e Humanidades aprendi imenso e enriqueci a minha pessoa a nível pessoal e cultural, se me tornei o que sou hoje foi muito graças às disciplinas que tive e a alguns professores. O que nós mais desenvolvemos é a capacidade de argumentação, interpretação e escrita. E sem desvalorizar os outros cursos, pois não sou assim, acho que todos têm a sua exigência, o que vejo mais é que os meus amigos de outras áreas não estão tão desenvolvidos a nível da escrita... Ás vezes vejo cada erro que até me assusta (claro que nem toda a gente é assim, salvo exceções).

Enfim, todos os cursos são importantes. Chega de rivalidades e de deitar abaixo. Falar sem saber... Na realidade todos precisamos uns dos outros...

 

Autoria e outros dados (tags, etc)