Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Dino

por Ana, em 01.07.14

Como já referi anteriormente, estou a rever a série III dos Morangos com Açúcar que está a ser transmitida na TVI+. Era uma criança naquela altura e hoje já entendo melhor a série e vejo as coisas com outra perspetiva. Porém, há algo que sempre me intrigou e me deixa muito triste.

O Francisco Adam faleceu quando a série ainda estava a ser transmitida, e a série na TVI+ ainda não chegou a essa parte mas tenho que começar a preparar-me para isso, pois vai custar. Ele era um rapaz bonito, um bom ator e a história de amor dele nos Morangos com a Susana (Diana Chaves) era linda. Segundo o que ouvi dizer na altura, eles até se iam casar no verão e tudo. Enfim, ia ser tudo perfeito mas não foi e sinceramente para mim a série perdeu a essência  porque eles eram dos melhores casais que lá tinham. No entanto, ainda hoje imagino o rumo que os Morangos com Açúcar teriam tomado se não acontecesse o que aconteceu.

Voltando ao que sempre me intrigou e me deixa triste, é o facto de o Francisco ter caído na cocaína. Até pode ter sido a primeira vez que o fez, mas isso não é desculpa! Porque é que um rapaz daqueles, bonito, bom ator e que com certeza ia prosperar mais na sua carreira tinha necessidade disso? Há coisas que sinceramente não entendo e o mundo da droga onde muita gente se insere é uma delas. Temos que ter atenção às drogas e bebidas, principalmente para que conduz. Com a história do Francisco e outras eu aprendi. Pena é que um jovem vá embora desta maneira... Temos que lutar contra isto! RIP Dinoman.

Sempre que revejo esta cena as lágrimas apoderam-se. Os Morangos com Açúcar e todo o seu elenco "entravam" todos os dias em minha casa, e ver que o Francisco já não o fazia era doloroso.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:42


9 comentários

De ella mentry a 01.07.2014 às 18:24

A vida de artista não é fácil... por isso é fácil cederem. Podem ter dinheiro, fama e parecer felizes, mas podem não realmente o estar, alguns tentam dar sinais mas ninguém liga ou dizem que é passageiro e então deixam-se cair no único comforto que conseguem arranjar. Mesmo que tenham alguém ao lado por vezes escondem dessa pessoa ou antes de estarem com elas já tinham o vício e tentam largar mas ninguém é de ferro. Falo por mim que sei o quão difícil é aguentar o stress artístico + vida pessoal.

De ella mentry a 01.07.2014 às 19:44

Merda mesmo ~~ eu pessoalmente sou contra as drogas, até erva que muita gente gosta... simplesmente detesto ver

De ella mentry a 01.07.2014 às 22:59

Eu só fumo quando estou mesmo stressada e é muito raramente, só quando estou com alguém que fuma e por essa altura já tenho muito stress acumulado. Entretanto a música é a minha droga xD

De Okay ;) a 02.07.2014 às 01:28

Eu contive-me ao máximo, mas lá derramei uma lágrima ou outra. Mas até fui discreta que chorar em público é uma coisa extremamente complicada para mim.
Quando li o livro aí não me contive e até um pacote de lenços tinha ao pé de mim, mas a situação era diferente que estava em casa e podia chorar à vontade.
A história em si é muito bonita e é surpreendente, porque o desfecho da história é diferente daquilo que pensaríamos que fosse o verdadeiro final.
Estou ansiosa por ler outro livro do John Green :)

De M. a 02.07.2014 às 10:44

É que estou mesmo a entrar em fase de desespero por não saber o que seguir..

De Sara a 02.07.2014 às 11:13

parece ser giríssimo :) mas não percebi, tu pagas os 120 euros para ter acesso a essas coisas todas, é? Se é para a vida toda até é bom, daqui a 40 anos é como se não tivesses pago quase nada!
ahah a cena é que não é propriamente amor, lá está :)

a sério que estás a ver os Morangos outra vez?
lembro-me de ser pequenina e ver essa cena, foi mesmo triste...

btw, já vi o "The Fault in Our Stars"!

De Andrusca ღ a 02.07.2014 às 16:26

Ainda me lembro disso! Realmente ninguém estava à espera e tiveram de dar uma grande volta a história para o fazer "desaparecer"

De Andrusca ღ a 02.07.2014 às 16:57

Sim, pois foi

De Marie Claire a 18.07.2014 às 18:20

desde que começou a primeira temporada dos morangos com açúcar que todos os dias, àquela hora eu parava tudo o que estava a fazer e até às 20 horas eram a minha companhia. Sim, eram a minha companhia porque desde nova que comecei a ficar sozinha em casa devido a problemas familiares. E quando soube de tal noticia fiquei de boca aberta, não fazia mínima ideia de como eles iriam encerrar a história do casal que fez muito gente ficar agarrada ao ecrã. Mas, a maneira como a TVI a encerrou foi linda e lembro-me do dia em que vi esse episódio, as minhas lágrimas estavam a "inundar" a minha casa.
E o facto de ele, na vida real, ter entrado nesse mundo foi porque talvez, não tivesse apoio suficiente, quer da família quer dos amigos. Na minha opinião a ilusão de ter tanta fama também pode ter sido esse o motivo.
Concluindo, os Morangos com Açúcar marcaram a minha pré-adolescência e parte da minha adolescência, embora algumas pessoas digam que era uma série que não prestava para nada.
xoxo.
Marie Claire

PS:. desculpa lá ser quase um testamento :D

Comentar post