Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


O tempo muda

por Ana, em 12.09.17

É engraçado como em tão pouco tempo a vida muda. A nossa cabeça muda. Forma de pensar muda. Depois de tantos acontecimentos sinto-me feliz e sinto que consigo ver mais felicidade no fundo do túnel. O tempo cura mesmo tudo.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:36

...

por Ana, em 06.01.17

Às vezes penso se vale a pena todo este esforço gasto a tentar compreender coisas incompreensíveis ou que não me vão servir de nada na vida. Todo este stress da época de exames que a licenciatura traz. Para quê? Para quê estourar o meu cérebro nisto? Eu até evito pensar negativamente, mas nestas alturas tudo me ocorre. E, se no futuro, tudo isto for em vão? No final lá terei o meu canudo e ainda pondero ir para um mestrado gastar-me um bocado mais para ter outro diploma para depois, pimba, desemprego, ou trabalhar e ver que nem metade do que aprendi vou utilizar. Tudo isto é tão frustrante. Estou esgotada.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Nada de arrependimentos

por Ana, em 30.12.16

Tu, que um dia mais tarde voltarás aqui anos depois para veres o que escreveste quando eras adolescente. Tu, sim, não te arrependas de nada do que fizeste. Estás aí a pensar o porquê de tanto dinheiro gasto desnecessariamente quando poderias ter juntado para comprar uma futura casa ou até um carro. Não te arrependas, não foi gasto desnecessariamente. Esse dinheiro investido em saídas à noite, passeios, férias, gasóleo para ir buscar amigas, não foi mal investido, pois ajudou a criar momentos espetaculares e acima de tudo memórias que se refletem em experiências para a vida. Investiste numa juventude feliz e a juventude não volta por isso deve-se aproveitar, e nesta altura não se deve pensar em poupar para o futuro. Tu que fizeste furos a mais nas orelhas, para quê? É um marco da fase que estavas a passar, da tua juventude e que traz muitas memórias. Nunca olhes para trás e te arrependas do que quer que tenhas feito. Foi tudo muito bem investido, e viveste muitos momentos felizes, basta lembrares-te que vês que afinal o dinheiro e as aventuras não foram em vão.

Autoria e outros dados (tags, etc)

...

por Ana, em 06.11.16

Nunca pensei que em tão pouco tempo, meses, semanas, horas, minutos, segundos, a minha vida mudasse tanto. Basta apenas um segundo, uma palavra mal interpretada, uma atitude mal impressionada para tudo aquilo que se constituía à nossa volta se desmoronar. E basta apenas milésimas de segundos para a desgraça acontecer e nada voltar a ser o que era antes. Amizades, amores, ilusões, facadas. Cada vez mais o ser humano me impressiona pela negativa. Cada vez mais me custa sobreviver neste mundo medíocre. Eu gosto das pessoas mas as pessoas são más. Muito más. E eu gostava desta pessoa em particular, no entanto não é recíproco. Já com tanta coisa na minha vida, tinha que aparecer merda pior que esta? Obrigada tempestade, agora traz-me a bonança por favor, que eu já estou farta.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:07

...

por Ana, em 09.10.16

Mas porque é que dói tanto esta paixão que me percorre as veias? Este peito que arde como fogo, os olhos salgados e molhados como o mar e a minha vida a voar. É assim que me sinto. Um ardor incessante pelo corpo. Uma dor fortemente psicológica e irracional. Quero estar sozinha e não consigo. Porque mexes comigo? Porque sofro tanto por ilusões? A dor corrói-me e espelha o meu pequeno coração despedaçando-se em momentos, aos poucos. Porquê? Porque dói, e imenso.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:12

Dias

por Ana, em 12.09.16

Há dias em que uma pessoa simplesmente acorda completamente destruída por dentro, sem forças para nada. Dias em que só pensa no negativo e que só vê maneiras de desaparecer. Hoje é um desses dias para mim. Estou especialmente sensível e cheia de negatividades na cabeça. Talvez seja por estarem a começar as aulas, contudo estou a dar em doida com as voltas que estão a ocorrer na minha cabeça em relação a tudo. Já passou mais de um mês desde que tudo aconteceu a às vezes ainda vou abaixo. Sinto-me deprimida.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:30

Pontapé

por Ana, em 06.09.16

Senti ontem pela primeira vez a minha sobrinha a dar um pontapé. Hoje a situação repetiu-se. É tão fofo, mal posso esperar para conhecer a minha pequena princesa!!

Autoria e outros dados (tags, etc)